Arquivo de Março, 2008

Alerta, camaradas!

Vi hoje na televisão um programa em que um vereador de determinada Câmara Municipal se dirigia aos seus Camaradas.   Não teria sido possível eu ver essa cena, se não estivesse lá o cameraman (anglicismo!) com a sua câmara. 

Ora aqui temos nós quatro palavras aparentadas, de entre várias outras pertencentes à mesma família.:  Todas derivam do latim camara ou camera (usaram-se as duas grafias), que, por sua vez derivou do grego kamara, e cujo significado é abóbada ou compartimento.

No português antigo, câmara era simplesmente um quarto numa habitação ou uma sala. 

Havia os conselheiros reais, que se reuniam na “câmara d’el-rei” e exerciam junto do monarca funções semelhantes às dos ministros de hoje.

Com o uso deram origem a outras corporações com o mesmo nome: Câmaras Municipais, Câmaras de Comércio, etc.

No exército, os soldados que dormiam na mesma câmara (quarto, dormitório) referiam-se uns aos outros por seus “camaradas”.    Daí ganhámos um sinónimo para “companheiro”.

No século X, um cientista iraquiano, da cidade de Basra, Abu Ali Al-Hassan ibn Al-Haitham, foi o primeiro a realizar metodicamente experiências sobre uma observação, que já os chineses haviam feito muitos séculos antes, e depois deles também os gregos: a luz que penetra por um pequeno orifício, numa das paredes de um quarto às escuras, projecta-se lá dentro, na parede contrária.   E, se entre essa luz e a parede se interpuser um objecto, a sombra desse objecto fica visível na parede-tela.

Chamou-lhe, na língua árabe, “Al.Bayt al-Muthilim” (a casa escura, ou o quarto escuro).  Traduzido em latim, a língua que utilizavam os cientistas do ocidente, deu camera obscura, ou seja a “câmara escura”.

Graças às observações de Al-Hassan, explicadas num tratado sobre óptica, que ele escreveu, viria a ser inventada a “câmara fotográfica” e a fotografia.

E da fotografia veio o cinema e o vídeo, para os quais se usam aparelhos, a que continuamos a chamar câmara.

Portanto, camaradas da Câmara, olhem bem para a câmara, para ficarem bem no retrato.