A queda e o acidente

Tive hoje uma desagradável notícia.

Uma senhora nossa amiga, em Portugal, teve um acidente.   Puxada pelo cão, com muita força, caiu no chão, com consequências graves.

Na nossa linguagem de hoje, um acidente não é necessariamente uma queda.

Acidente é qualquer coisa que acontece inesperadamente.   É também sinónimo de desgraça, desastre.   E há também acidentes de terreno e acidentes ou derivações gramaticais.

Na história, isto é na certidão de nascimento da palavra “acidente”, vemos que ela nasceu para designar apenas uma queda.

Os pais dela, isto é, os termos latinos de que derivou, foram o verbo cadere, que significa cair, e o prefixo ad- , que significa “em”.

Portanto accidere, significava em latim “cair em”.

Outros derivados do mesmo verbo latino são:

“Caso” – da forma casus, uma coisa que caiu, que aconteceu; e daí também que aconteceu por acaso.

 “Cadência”, “decadência” e estrelas “cadentes”

 E até “cadáver” é uma metáfora latina para um corpo que caiu, morreu.

 E evidentemente “cair” é hoje  o mesmo que era originalmente o “acidente” 

Se quisermos, encontraremos ainda não poucas palavras na nossa língua que nos chegaram do mesmo verbo latino.

0 Responses to “A queda e o acidente”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: