As horas, os miúdos e o mais que se segue

Dizem que as pessoas felizes não têm relógio.

Portanto, nas civilizações mais antigas, todos os homens devem ter sido mais felizes do que nós, porque contavam (quando contavam!) apenas os dias e as noites, e não tinham noção da sua divisão em períodos mais pequenos.

Os babilónios foram os primeiros a dividir o dia em doze partes.    Cada uma dessas partes representava portanto o dobro de uma das nossas horas.     Depois deles, os gregos, adoptaram o sistema da divisão do dia em doze partes, mas apenas o período do dia em que havia luz.

A palavra grega hora significava inicialmente “período de tempo”.     E os romanos seguiram-lhes o exemplo, mantendo a designação de hora, com o mesmo significado de qualquer “período de tempo”.     Para se compreender melhor que assim era, refira-se que, da mesma raiz que hora, havia na língua Avesta (antigos persas) jare, que tinha o mesmo significado, e dela derivou depois o anglo-saxónico year e Jahr, que vieram a significar “ano”.     Por sua vez, os termos anglo-saxónicos tide e stund tinham também o significado de “período de tempo”

Como a duração da luz diurna varia consoante as estações do ano, também a extensão da hora, sempre um duodécimo do período que vai do nascer do sol ao poente, variava em extensão.    O tempo nocturno simplesmente não se contava.

A hora era portanto um período de tempo indefinido.    Só na Idade Média começámos a distinguir entre um “período de tempo” mais ou menos indefinido e um “período de tempo definido.”    Vejamos, por exemplo, que o termo acima referido tide, (que persiste em inglês para designar determinados tempos, ou estações, como Whitsuntide, a semana que começa no domingo do Pentecostes), deu em inglês moderno time, que significa simplesmente tempo, mas em sueco Timme, que significa hora.    E em alemão, stund, que, como vimos também significava apenas tempo indefinido, passou a significar hora.

Então ainda se distinguia entre as horas temporais (variáveis em duração) e as horas siderais, ( marcadas pelas estrelas), de duração fixa.

Para isso houve que dividir o dia (parte iluminada e parte escura) em 24 partes iguais.

Para facilitar a contagem, houve que dividir a hora em miúdos. E isso dizia-se em latim minuto, uma coisa pequena.

Com o tempo, surgiu a invenção de dividir as unidades em sexagésimos.    O círculo, por exemplo, foi dividido em graus, e cada grau em 60 miúdos, em latim, 60 pequenas partes miúdas, que se dizia pars minuta prima, a primeira parte pequena.

Daí que, por exemplo, o papel onde se detalha, por miúdos, os diferentes pratos que o cliente pode escolher no restaurante, se chamasse em francês menu, termo que depois derivou para o inglês e se internacionalizou, derivando por extensão para a primeira linha do programa informático que estou a utilizar que escrever isto.    O menu das opções do programa.

Mais tarde surgiu a necessidade de dividir ainda mais o tempo, assim como os graus da circunferência.

Necessidade?  Ou tendência masoquista para cercear ainda mais a felicidade do homem que nasceu sem relógio?

Assim, à pars minuta prima (primeira parte pequena), seguiu-se (sequi, em latim) a secunda minuta (a parte pequena seguinte, ou segunda).    Daí derivaram os segundos do relógio, e da circunferência, o segundo artigo do blog, o segundo corredor a chegar à meta, etc.

Sempre o que segue ao primeiro.

Então tornou-se necessário inventar um instrumento de tortura, para nos dizer as horas a cada momento.

Hora + lego (digo) deu horologiu(m) e daí com pequena corrupção, em português – Relógio

2 Responses to “As horas, os miúdos e o mais que se segue”


  1. 1 Elipse 3 Fevereiro 2007 às 10:57 pm

    levo sempre daqui conhecimentos interessantes para as minhas aulas. Ainda bem que descobri esta página.

  2. 2 Lili 17 Fevereiro 2008 às 6:40 pm

    Vou sempre ceder “um período de tempo” aqui! gostei!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: